Blog

Sugestões para Participação nas Celebrações via Comunicação Social ou Internet

Sugestões gerais para a participação nas celebrações litúrgicas através dos meios de comunicação social e/ou redes sociais:

1. Escolher previamente o horário em que se vai participar na celebração litúrgica, só ou com toda a família, para permitir que cada um se prepare devidamente.

2. Convém preparar o espaço com uma vela e uma cruz junto ao meio de comunicação através do qual ocorre a transmissão da celebração litúrgica (rádio, ou televisão, computador, etc.).

3. Vestir-se adequadamente.

4. Desligar telefones e telemóveis, ou outros meios de comunicação, que não sirvam à transmissão da celebração litúrgica.

5. Antes da celebração litúrgica fazer um momento de silêncio, ou de partilha em família, para tomar consciência de que se vai participar numa celebração dos mistérios litúrgicos, identificando: o que é que eu agradeço ou o que é que eu ofereço nesta celebração? O que é que eu vou colocar no altar para oferecer a Deus? Quais as intenções de cada um, ou da família, que oferecemos a Deus neste momento que iremos celebrar desta forma excepcional?

6. Durante a celebração litúrgica é importante fazer os gestos como se estivéssemos na igreja, se for possível, se a saúde de cada um ou o espaço familiar o permitir (sentar, levantar, ajoelhar).

7. É importante dar valor ao silêncio para interiorizar a Palavra de Deus e, depois da Comunhão de quem preside, cada um ou em família, fazer um ato de comunhão espiritual. Escolher previamente, cada um ou em família, a oração para fazer essa comunhão espiritual. Ou, então, fazer a oração de comunhão espiritual sugerida por quem preside à liturgia eucarística.

8. É importante não ter pressa. Depois da Missa, ficar um breve tempo em oração individual, ou fazer um momento de partilha em família, sobre o que a Palavra de Deus suscitou no coração de cada um.

9. Em casa, convém escolher um espaço adequado para a oração em conjunto com dignidade e recolhimento. Onde for possível, prepare-se um pequeno «recanto da oração» (cf. Catecismo da Igreja Católica, 2691) ou, pelo menos, um espaço da casa onde se coloca a Bíblia aberta, a imagem do crucifixo, um ícone/imagem da Virgem Maria, uma vela para acender no momento oportuno, se possível sobre uma toalha branca.

10. Na Semana Santa e, em particular, no Tríduo Pascal, se for possível, se a saúde de cada um ou o espaço familiar o permitir, sugere-se que: o Domingo de Ramos – se coloque em destaque um ramo de oliveira ou uma palma junto ao crucifixo.

11. Sexta-feira Santa – se coloque em destaque um crucifixo que acompanha a oração em família e a transmissão da celebração litúrgica da Paixão do Senhor. A participação nesta transmissão deve iniciar-se de joelhos, em silêncio. O momento da Adoração da Santa Cruz deve acontecer em silêncio, fazendo uma genuflexão diante do único crucifixo presente.

12. Domingo de Páscoa. Vigília Pascal – se coloque em destaque uma vela, se possível com uma dimensão razoável, que acompanha a oração em família e a transmissão da celebração litúrgica da Vigília Pascal.

Fonte: https://www.patriarcado-lisboa.pt/site/index.php?id=10436&fbclid=IwAR20fOWEqV-zAurZGNI-WX7cXeOtWL3qqN39owh3aZ4rSU8N7K90zQSE49A

 

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA | celebrações em directo nesta página de Facebook

Para que consigamos viver esta época tão importante que se aproxima, apesar das circunstâncias actuais, vamos participar dignamente na Semana Santa através das novas tecnologias.

Recomendamos que se prepare um altar dentro de cada casa, para participar nas celebrações e intensificar a oração nesta recta final da Quaresma: um pequeno canto de oração, com um crucifixo e outros elementos que ajudem a concentrar e a viver de forma digna estes momentos. Uma vela será o melhor exemplo desses elementos, mas pode ser incentivada a criatividade no seio da família: um desenho das crianças a ilustrar uma cena bíblica, pensado e preparado em família, por exemplo.

Para o Domingo de Ramos, quem tiver possibilidade de fazer um raminho, pode colocá-lo no local de oração ou junto à janela, cumprindo a tradição e ajudando a lembrar este episódio da vida de Jesus, a sua entrada triunfante em Jerusalém. Apelamos, no entanto, ao cumprimento das recomendações das autoridades, numa altura em que a mensagem é clara: “fique em casa!”.

Preparemo-nos espiritualmente para a Semana Santa!

SAVE_20200402_231553

Propostas de Catequese em tempo de Isolamento

Desde o dia 16 de Março que o programa da Agência Ecclesia na RTP2, A Fé dos Homens, tem ajustado os seus conteúdos para as famílias que se encontram em casa, nesta altura de isolamento.

A Catequese é uma prioridade, dado que cessaram todas as actividades nas paróquias. Por isso, em parceria com o Secretariado Nacional da Educação Cristã, todas as quartas-feiras até à Semana Santa exploram um tema que ajuda a preparar a Páscoa, pensado nos catequizandos e as suas famílias.

Na quarta-feira, dia 25, foi a nossa catequista Vera Lomba a convidada do programa. Tal como pretendido, falou de uma proposta concreta para “catequese em casa”.

Vejam a entrevista no vídeo em baixo!

Podem consultar os outros vídeos com propostas para casa, no canal da Ecclesia.

Mais informação aqui: https://agencia.ecclesia.pt/portal/media-programa-ecclesia-na-rtp2-propoe-grelha-de-programacao-a-pensar-no-isolamento-das-familias/

Adoração ao Santíssimo em directo às quintas-feiras

A partir desta quinta-feira, dia 26 de Março, será também transmitida a adoração ao Santíssimo Sacramento, a partir da capela da residência dos nossos sacerdotes. Quintas-Feiras às 21h.

Se puder e assim o desejar, pode acompanhar e juntar-se em oração e adoração.

O Senhor acompanha-nos onde quer que estejamos, mesmo longe da sua “casa”, da igreja de pedra. A nossa oração é sempre ouvida e juntos somos, de facto, a Igreja Viva.

adoracao covid19

Jovens de São José atendem ao pedido da Comunidade Vida e Paz

Jovens de São José atendem ao pedido da Comunidade Vida e Paz

O grupo de jovens movimentou-se e coordenou uma acção de entrega de bens pedidos pela CVP de forma a continuar a ajudar quem mais precisa, mesmo nesta altura difícil em que nos encontramos.

O processo foi simples e realizado com toda a segurança (higiene e distanciamento social):
várias pessoas puderam contribuir a partir de casa, comunicaram essa intenção a um dos membros do grupo, que realizou as compras. Outro elemento do grupo, por sua vez, deslocou-se à sede da CVP para entregar os bens a doar.

Pedem-nos ainda os Jovens de São José:
‘Rezemos por todos os que passam maior carência neste momento, e por todos os que não desistem de os procurar, ajudar e servir.’JSJ CVP

Nota sobre funerais

No contexto da actual pandemia, encontram-se proibidos os velórios no Concelho de Odivelas, tal como já tínhamos referido em publicação anterior. Recebemos informação de que há agências funerárias a informar as famílias de que não é possível a presença de sacerdotes no funeral dos seus entes queridos. Não é verdade. O sacerdote continua a poder acompanhar as famílias junto à sepultura ou crematório.

Se pretender a presença de um sacerdote no funeral de familiares falecidos e a sua agência funerária não lhe oferecer essa possibilidade, contacte as Capelas Mortuárias da Paróquia de Odivelas através do número 912 409 386.

Recordamos ainda que qualquer pessoa pode telefonar para a Secretaria da Igreja Matriz com o seu pedido de intenção, nomeadamente missas de 7.º dia, no horário de terça-feira a sábado, das 10h às 12h e das 16h às 18h. Os sacerdotes celebram diariamente, de segunda-feira a sábado, pelas 19h, e ao domingo, pelas 12h, sempre com transmissão online.