Blog

III Encontro da UAC

III ENCONTRO DA UAC – União do Apostolado Católico

No dia 25 de Abril, realizou-se na nossa Paróquia o III Encontro Nacional da UAC, tendo havido renovação do compromisso e a admissão de 5 novos membros.

Agradecemos a todos os envolvidos na organização do evento.

Anúncios

Festa de São José Operário começa hoje

Esta noite, pelas 21 horas, a Festa de São José Operário, padroeiro do Núcleo da Arroja, é motivo para uma procissão pelas ruas daquele bairro, como é habitual.

Amanhã, quarta-feira, haverá celebração eucarística pelas 11 horas, seguida de almoço e convívio no terreno anexo à igreja.

A Festa do Padroeiro termina com a Adoração ao Santíssimo Sacramento, pelas 15 horas.

Grupão da Pastoral Juvenil

Na passada sexta-feira, dia 26 de Abril, os vários grupos que constituem a Pastoral Juvenil de Odivelas, da nossa Paróquia juntaram-se numa noite de encontro, o Grupão.
Embrenhados no Tempo Litúrgico da Páscoa, que agora vivemos, os jovens reflectiram e rezaram em conjunto, de forma a crescer na fé, cada vez mais esclarecida.
A noite terminou com Adoração ao Santíssimo Sacramento, tendo o padre Juliano acompanhado os jovens em todo o encontro.

Festa da Misericórdia

Vivemos de forma intensa, este fim-de-semana, a Festa da Misericórdia na nossa Paróquia. As celebrações centraram-se no Núcleo das Patameiras, por ser precisamente a Festa do Padroeiro da Igreja da Divina Misericórdia.

No sábado, a procissão saiu à rua, com as pastorais e movimentos da Paróquia representados através dos seus estandartes, que seguiam diante do povo e dos andores de Nossa Senhora e de Jesus Misericordioso. Seguiu-se uma vigília de oração organizada pelo Grupo de Jovens da Divina Misericórdia.

Já no domingo, recebemos com toda a alegria o Sr. Bispo das Forças Armadas e de Segurança, D. Rui Valério, que bem conhecemos pela sua permanência na nossa Vigararia, antes da ordenação episcopal.

D. Valério presidiu à celebração da eucaristia das 11 horas e ficou para almoçar com a comunidade. A Festa da Misericórdia terminou com a Hora da Misericórdia, pelas 15 horas. Recordamos todos estes momentos através desta galeria de fotografias!

Festa da Misericórdia este fim-de-semana

No próximo fim-de-semana, 27 e 28 de Abril, celebra-se a Festa da Misericórdia.

– Sábado, sai a procissão da Igreja da Divina Misericórdia (Patameiras):
Rua Antero de Quental » Rua Mário Moreira » Praça de Portugal » Avenida Reinaldo dos Santos » Rua Pulido Valente » Praça Cidade de Odivelas » Rua Alfredo da Costa » Rua Cristóvão da Costa » Rua Fernando Namora » Rua Antero de Quental » Igreja da Divina Misericórdia

– Domingo, nesta mesma Igreja, há Santa Missa Solene, com D. Rui Valério, bem como almoço convívio seguido da Hora da Misericórdia.
As inscrições para o almoço fazem-se até sexta-feira, na secretaria da Paróquia (Matriz) e na Capela Mortuária com o sr. Adelino (Patameiras).

FB_IMG_1556363045557.jpg

Homilia do Cardeal Patriarca na Celebração da Paixão do Senhor

“Na coincidência profunda da nossa vida com a Cruz de Cristo está a verdade que nos salva e a atração que nos chama. Essas mesmas que marcarão de novo a Páscoa de agora. Assim a desejemos convictos, assim a recebamos deveras”, exortou D. Manuel Clemente.

(Resumo Agência Ecclesia)

Lisboa: «Não reduzamos a cruz a um ornamento» – D. Manuel Clemente

Homilia completa da Celebração da Paixão do Senhor neste endereço:
https://www.patriarcado-lisboa.pt/site/index.php?id=9840

Celebrações de Sexta-Feira Santa

Com as celebrações de Sexta-Feira Santa, meditamos profundamente no mistério da Paixão e Morte de Jesus Cristo. Não é uma fé acabrunhada e desesperada aquela que nos anima hoje; é, antes, um silêncio expectante, certos que estamos daquilo que se aproxima: o triunfo sobre a própria morte e a redenção do pecado.
Cumpriu-se hoje a Via Crucis, com uma pequena encenação que nos ajudou a entrar neste mistério, partindo da Igreja Matriz em procissão pelas ruas de Odivelas, do julgamento e flagelação de Jesus perante Pilatos até ao Calvário, crucifixão e sepultamento de Cristo, que evocámos no Jardim da Música.
Seguiu-se a Celebração da Paixão e Morte na Igreja Matriz e nos Núcleos da Codivel e das Patameiras, com o rito da Adoração da Cruz. Esta Cruz não é o fim. É um convite contínuo e permanente para a Ceia do Senhor.

Aproveitemos bem o tempo que nos resta: preparemo-nos para a vinda do Ressuscitado!