O Grupo Coral Vozes d´ África, foi fundado no dia 07 de Outubro de 2001.

O grande impulsionador deste projecto foi o Pe. Jan Sopicki, que ao verificar a adesão em massa de uma grande comunidade africana na paróquia, contactou pessoalmente alguns jovens Africanos, com o objectivo de criar aquilo a que hoje chamamos – Pastoral Africana da paróquia de Odivelas.

Cientes da inexperiência que tinham na altura, os mesmos jovens, foram procurando as mais diversas formas de levarem a cabo a missão que lhes tinha sido proposta.

O grande objectivo deste Grupo é de levar a comunidade Africana em Odivelas a rezar.

O Grupo também se tornou um meio de integração e divulgação da cultura africana, isto é, Integração para aqueles que nos seus países de origem viviam a sua religiosidade através das missas dominicais e que uma vez imigrantes em Portugal pudessem dar continuidade à prática da sua fé, por um lado e por outro, a divulgação da cultura Africana em Portugal.

É um grupo composto por gente de várias nacionalidades: Angolanos, Cabo-Verdeanos, Guineenses, Moçambicanos, Santomenses e Portugueses, permitindo assim um repertório musical mais rico, pois os programas de cânticos das missas são em várias línguas como: Latim, Português, Kimbundo, Umbundo, Crioulo de Cabo verde e da Guine, isto é, as línguas nacionais dos países representados no Coral.

O grupo é composto pela direcção, comissão de liturgia, cultura recreação e desportos, e de acolhimento assim como uma orientadora espiritual.

A maior parte dos elementos do grupo são estudantes que ao finalizarem os seus cursos voltam aos países de origem. Contudo alguns já constituíram familia e vão ficando em Portugal.

O Grupo foi criado inicialmente para animar as missas das 18:30 de Domingo na Matriz de Odivelas, mas actualmente passou a animar outras missas e celebrações, baptismos, casamentos, etc. Tem também participado em concertos e outras actividades fora da Igreja , respondendo a vários convites em Portugal e no estrangeiro.

Apesar do Coral Vozes de África pertencer à paróquia de Odivelas mantém uma estreita ligação com a capelania Africana. O grupo ensaia todos os sábados às 19:30 para preparar as Eucaristias de Domingo e excepcionalmente para outras festas e celebrações em datas previamente estipuladas em função da disponibilidade dos membros. O batuque (jambé) e o chocalho são os instrumentos que caracterizam este grupo, os trajes Africanos que o grupo usa representam a origem da maioria dos membros do grupo, assim como as suas danças e cânticos Africanos.

Os Vozes d`África espelham o calor e a alegria dos povos Africanos que mesmo estando longe dos seus países procuram rezar e fazer rezar com mais entrega e dedicação toda a Comunidade Paroquial.

Louvado seja Deus por permitir que este Grupo continue a animar as missas com amor e dedicação.