Paróquia de Odivelas participa em “Oração pela Paz” inter-religiosa

A convite da Câmara Municipal de Odivelas, a nossa Paróquia marcou presença na iniciativa inter-religiosa «Oração pela Paz», que decorreu no dia 24 de Novembro, no auditório da Sociedade Musical Odivelense.

O Padre Juliano interveio em representação da comunidade católica de Odivelas neste encontro em que também estiveram representados os seguintes credos: Comunidade Budista (Associação Internacional Buddha’s Light de Lisboa); Comunidade Evangélica (Igreja de Deus em Odivelas); Comunidade Hindu (Templo de Shiva); Comunidade Islâmica (Mesquita Aicha Siddika de Odivelas) e Comunidade Sikh de Portugal (Gurdwara Sangat Lisboa – Odivelas).

A iniciativa tinha como objectivo salientar a diversidade cultural e religiosa existente em Odivelas e promover o diálogo entre religiões e culturas.oração paz1oração paz2oração paz12

O Retiro da Pastoral Juvenil, pelos Olhos de Quem o Viveu

O Retiro da Pastoral Juvenil teve lugar na casa das Pias Discípulas do Divino Mestre, em Camarate, no passado fim-de-semana de 24 e 25 de Novembro, sob o mote “Onde Te Encontro?” e partindo do tema para o corrente Ano Pastoral “Viver a Liturgia como lugar de Encontro”.

Retiro PJ pddm

Tendo sido recheado de momentos especiais para os jovens da nossa Paróquia, alguns deles partilharam o seu testemunho connosco:

«Este retiro começou com o desafio de dizer “sim” à surpresa: não sabíamos onde iria decorrer, onde iríamos dormir, nem mesmo as refeições!
Começamos pelo “Onde” e acabámos com o testemunho de missão da Ana e
do Bruno, mas sem dúvida que o momento mais marcante neste retiro foi a leitura de Zacarias (Lc1, 57-63). Uma leitura que nos pôs a pensar, pois sem esta passagem a história do cristianismo poderia ter sido bem diferente. Para além disto, os momentos que me tocaram mais foram os 15 minutos de silêncio e a adoração ao Santíssimo, tanto conjunta como individual.
Ah! Já me estava a esquecer do “quadro assustador” e do rosto fascinado do Lucas ao ver a Joana a “mergulhar o queque no leite! Tudo faz parte 🙂
Obrigada, Zezinha, Tia Lena, Anita e Jota por nos terem organizado este retiro. Obrigada a todos quantos tiveram coragem de dizer “sim”, foi um grupo maravilhoso e
super bem disposto.»  Ana Catarina Luís

Retiro PJ pddm2«Entre os dias 24 e 25 de Novembro de 2018 realizou-se mais um retiro da pastoral juvenil, desta vez num lugar especial, junto das Pias Discípulas do Divino Mestre.
Considero que o retiro foi crucial, não apenas para o crescimento pessoal de cada um mas também para a unificação da nossa pequena comunidade.
Os vários “onde’s” que fomos descobrindo ao longo do fim-de-semana ajudaram-nos a descobrir Jesus de uma nova perspectiva, auxiliaram-nos a ir ao encontro Dele por “novos caminhos”.
Como a irmã Sónia referiu, e muito bem, é impossível, após uma vivência destas, retornar a casa igual ao que éramos quando nos reunimos no Instituto, antes da partida.» Beatriz Fernandes

Para além destes testemunhos mais explícitos, foi possível confirmar a alegria de todos: os jovens que participaram, a organização que se disponibilizou e trabalhou para que tudo fosse possível, e ainda das Irmãs que nos receberam (a todos eles agradecemos). Ainda que o contacto não tivesse sido constante com as Irmãs, elas estiveram presentes num dos momentos mais especiais, a Eucaristia dominical. Celebrava-se a Solenidade de Cristo, Rei do Universo, e foi particularmente tocante a forma como a irmã mais velha partilhou estar muito feliz por poder participar na Eucaristia daquela forma. A alegria no seu rosto fez valer a pena a mera presença dos nossos jovens em Camarate.

A vida de um cristão é estar permanentemente em Missão. Que todos nós possamos ser missionários, questionando constantemente “Onde Te Encontro?”, sempre em busca de Jesus, respondendo ao seu apelo.

Retiro PJ pddm3

Retiro da Pastoral Juvenil 2018/2019

No último fim-de-semana, 24 e 25 de Novembro, os jovens da nossa Paróquia estiveram em retiro, na casa das Pias Discípulas do Divino Mestre, em Camarate.

Com a direcção espiritual do padre Gilmar, viveram-se vários momentos de partilha e também de silêncio, sob o tema: “Onde Te Encontro?”, alicerçado na reflexão deste ano pastoral, sobre a Liturgia como lugar de Encontro.

Foram várias as experiências de “Encontro”: dinâmicas de grupo, Lectio Divina, Vigília de Adoração, convite à Confissão, à Oração, à Missão… e no final, o culminar de todo o fim-de-semana, na Eucaristia.

Que estes jovens, mas também todos nós, possamos: preparar a vinda do Senhor durante o Advento, inspirados em João Baptista; encontrar-nos verdadeiramente com Jesus não só no Natal mas durante toda a vida; e que depois desse encontro voltemos sempre “por outro caminho”, como fizeram os Magos do Oriente.

Segunda Catequese Litúrgica do Ano Pastoral 2018/2019

Na passada quinta-feira, recebemos na nossa Paróquia o Padre Gonçalo Portocarrero de Almada como palestrante convidado.

No auditório da Igreja da Divina Misericórdia, nas Patameiras, a conferência percorreu 2000 anos de história da Igreja, detendo-se particularmente na evolução do culto e da liturgia, desde os tempos dos primeiros cristãos até aos pontificados mais recentes.

Os sucessivos concílios que moldaram a forma como os cristãos vivem, celebram e se reúnem não foram esquecidos, até chegarmos ao Concílio Vaticano II e à Constituição Conciliar “Sacrossantum Concilium”, que dava o mote para esta segunda catequese litúrgica na nossa Paróquia.

Na sua intervenção bem-humorada e recheada de exemplos, o Padre Gonçalo Portocarrero de Almada salientou algumas ideias chave, como a importância da sacralidade da liturgia, a beleza dos gestos, da discrição e da interioridade, o privilégio do sentido em detrimento da forma, ou ainda da eucaristia como acção de Deus (mais que um acto social ou uma dinâmica eclesial) e da eucaristia dominical como momento central e fundamental da semana do cristão. Pronunciando-se sobre as reformas, o palestrante valorizou a importância do equilíbrio entre duas tendências extremas, a de mudar tudo e a de não mudar nada, e enalteceu o papel que os leigos têm no crescimento e acção da Igreja.

Bênção do Padrão de Azulejos do Senhor Roubado

Esta segunda-feira, em pleno feriado municipal em que Odivelas comemora o 20.º aniversário enquanto concelho, o nosso pároco abençoou os novos painéis de azulejos do Padrão do Senhor Roubado.

No mesmo local onde este ano celebrámos uma missa campal muito especial, presidida pelo bispo D. Joaquim Mendes, na Solenidade do Corpo de Deus, encontra-se agora uma réplica do padrão de 12 painéis de azulejos original, numa obra promovida pela Câmara Municipal de Odivelas, que se encontra a restaurar os azulejos originais.

Neste Padrão do Senhor Roubado, monumento construído em 1744, os azulejos contam a história que dá nome àquela zona, em 12 painéis compostos na forma de banda desenhada.