Eis a Mensagem da Paz 2018 redigida pela Equipa Diocesana da Liga Operária Católica – Movimento dos Trabalhadores Cristãos de Lisboa:

MENSAGEM DA PAZ.

Reflexão da Equipa Diocesana da LOC-MTC de Lisboa

Migrantes e Refugiados: homens e mulheres em busca de paz.

O tema escolhido pelo Papa para a mensagem do Dia Mundial da Paz do ano de 2018 convida-nos a uma reflexão comunitária e implica-nos na Ação diária, no compromisso com os nossos irmãos. Não podemos ficar indiferentes.

O Papa Francisco lembra-nos que a paz que os anjos anunciaram aos pastores na noite de Natal, é uma aspiração de todas as pessoas e de todos os povos, sobretudo dos que mais sofrem com a sua falta, e recorda os 250 milhões de migrantes no mundo, dos quais 22 milhões e meio são refugiados. As pessoas fogem da guerra, da fome, da pobreza e partem à procura de melhores condições de vida e de trabalho para poderem viver com dignidade e paz. Isto acontece no interior das fronteiras nacionais e fora delas.

Urge trabalhar na elevação da consciência social e política dos cidadãos através da educação, combater a exploração, as desigualdades, o racismo, a xenofobia, as causas da pobreza e alertar para os valores da vivência pacífica em sociedade.

Pertencemos todos a uma mesma família – a família humana. Diz-nos S. Paulo: Tende entre vós os mesmos sentimentos, que estão em Cristo Jesus. Procurai ter os mesmos sentimentos, assumindo o mesmo amor, unidos numa só alma, tendo um só sentimento; Não façam nada por ambição, nem por vaidade; mas, com humildade, considerai os outros superiores a vós próprios, não tendo cada um em mira os próprios interesses, mas todos e cada um exactamente os interesses dos outros (Fil 2,2-5).

O Papa Francisco impele-nos a abraçar por dentro todos aqueles que fogem da guerra e da fome ou se vêem constrangidos a deixar a própria terra por causa de discriminações, perseguições, pobreza e degradação ambiental. Há muito caminho a percorrer até que os nossos irmãos e irmãs possam voltar a viver em paz numa casa segura, refere o Santo Padre. Por isso, acolher o outro, colocarmo-nos na sua pele, promover, integrar, proteger é sentido de compromisso. Atitude vigilante, gestão responsável de Governantes e comunidades é o que se exige.

O acto criador de Deus também é obra do presente, refere a mensagem da Equipa Nacional da LOC/MTC. Que sejamos construtores de um projecto de vida para todos e com todos, onde haja lugar para o sonho, para a esperança, para a solidariedade e para a justiça social. Unidos construiremos um mundo melhor, porque mais humanizado; é um mundo de PAZ.

28 de Dezembro de 2017

Equipa Diocesana da LOC-MTC de Lisboa

(clique no link seguinte para fazer o download do documento)

Mensagem da Paz 2018 – LOC-MTC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s